segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

PPS - Pequena Poética Saudosista

Posso esquecer-me de amigos e parentes
- hei de esquecer o nome do João da padaria,
da tia Idalina, do seu Francisco - e tanta gente
se anuncia à minha frente, eu vou sozinha?
Não. Vêm todos os Andrades – e na Rua dos Andradas vamos
encontrar o velho Quintana. Porque outro dia me disseram
que eu estou adiantada – à frente do meu tempo me observam:
Eu cheguei muito atrasada.

5 espinhos:

Otávio Augusto Martinez disse...

Priscila, estou anexando esse blog a meus favoritos.

Sua poesia é sempre admirável. Gostaria de saber onde posso encontrar mais da tua prosa.

Até mais.

felipedamo disse...

teus atrasos poéticos são desculpados diante da qualidade inquestionável dos teus versos que se demoram

Rodolfo disse...

Olá, Priscila!
Sempre lindo o que escreves!
Acho que todo atraso é relativo, quando a diferença de tempo está só na lembrança.

Ah, deixei um meme pra vc no meu blogue!

Um abraço!

wilson gorj disse...

Priscila,
O livro já está aí, na agência. O carteiro não a encontrou no endereço.

Vá buscá-lo, sim?
Eis o cód.: RC077079418BR

Abraços,
W Gorj

Ramon Alcântara disse...

Ou teria chegado antes? Quem pode responder, hein!?

Estamos. É.

abzzz