sábado, 5 de janeiro de 2008

GARIMPO SEMANAL

Atitude

Rimar faz mal,
coitado do poeta,
que por qualquer razão,
quer ligar, rimar, juntar.

Prefiro versos soltos,
pequenos e grandes,
cheios de gentes,
cantantes, falantes, antes.

Porra! O que eu faço?
versos e rimas,
narro fatos.

Reflito o momento,
comento, assuntos assim,
não vejo essência,
em fazer versos pra mim.


Autor: Rodrigo Capella
Disponível em: www.rodrigocapella.com.br

10 espinhos:

Lunna Montez'zinny disse...

Que bom encontrar um poeta conhecido aqui. Abraços

Canto da Boca disse...

(De todo modo, obrigada pelos versos pra nós)
;)

dangondeoliveira disse...

muito boa essa poesia parabéns ao autor

Patrícia Colmenero disse...

Olá, descobri seu blog fuçando pela net.
Gostei muito do poema, apesar de não ser muito o meu estilo, achei que você conseguiu unir linguagem e semântica de uma forma irônica e mais contemporânea!
Adorei a descrição do blog!
Vou passar mais por aqui!

Patrícia Colmenero disse...

Obs: esqueci de colocar o endereço do meu blog!
http://medusaimpune.blogspot.com/

M. Alves disse...

Gostei da ironia. Texto muito bem conseguido.
Parabéns ao autor e porque não à garimpeira :)

Fabio Jardim disse...

que apuro!

José Oliveira Cipriano disse...

Parabéns ao poeta e à garimpeira.
Muito interessante sua poesia.
Parabéns!!!
Um abraço,

Oliveira

Márcio Ezequiel disse...

E a busca pela boa literatura na internet é um trabalho árduo e prazeroso. Parabéns e abraços pirotécnicos!!

O Pirotécnico
http://marcioezequiel.blogspot.com/2008/01/em-busca-da-literatura-i_18.html

medusa que costura insanidades disse...

Priscila,aceitei o convite da proposta
atrasada como o coelho de Alice,volto depois
adorei esse
bjo

ps:Sylvia é tudo