sábado, 17 de maio de 2008

Clarispectorando

um
silêncio
de
dar

( )
in-
cêndio
no
des... viu?
( )
antigamente eu era eu mesma.

8 espinhos:

Wagner Bezerra Pontes disse...

Meu que texto...muito bom Priscila =D

Abração e boa semana! =D

Cecília Borges disse...

uma hora a gente se perde.
mesmo e também é bom...

Renato de Mattos Motta disse...

Clara, Pri
aspecta
Lispector
poetando.

belo texto!

Dauri Batisti disse...

Muito singelo e bonito.

felipedamo disse...

ah, nao sei por que tenho uma antipatia gratuita por essa sujeita...coisa pra crarispectorar mesmo...rs

felipedamo disse...

ah, nao sei por que tenho uma antipatia gratuita por essa sujeita...coisa pra crarispectorar mesmo...rs

J.R. Lima disse...

Abrindo um antigo caderno
foi que eu descobri:
Antigamente eu era eterno.
(Paulo Leminski)

(por que será que lembrei disto?)

Anônimo disse...

não sei por que gosto de ler lispector, não sei por que l_i(n)spector... Coisas !
abraço
jDM